Busca:     


Carlos Nelson: de Rousseau a Gramsci

Josimar Teixeira - Dezembro 2011
 

Dentro do projeto "Tópicos Utópicos", da Universidade Federal do Ceará, Carlos Nelson Coutinho, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro e autor de obras fundamentais sobre teoria política, está lançando De Rousseau a Gramsci. Ensaios de teoria política (Boitempo Editorial). Um dos mais reconhecidos pensadores marxistas do Brasil, Coutinho consagrou-se por traduzir e difundir o pensamento de Georg Lukács e Antonio Gramsci no país.

Nesta nova empreitada, o autor aponta as potencialidades transformadoras e os dilemas da democracia, examinando o pensamento de Rousseau, Hegel, Marx e Gramsci, além de aprofundar o compromisso entre reflexão e ação que caracteriza a sua obra. Para ele, é preciso confrontar e superar a ideia de democracia como um simples jogo competitivo pelo poder político.

Diante do atual cen√°rio brasileiro, Coutinho recupera uma importante reflex√£o de Gramsci sobre duas pr√°ticas pol√≠ticas: enquanto a teoria pol√≠tica se ocupa da "grande pol√≠tica", ou seja, da luta pela destrui√ß√£o, defesa ou conserva√ß√£o de determinadas estruturas econ√īmico-sociais, a "ci√™ncia pol√≠tica" tem como objeto quest√Ķes da "pequena pol√≠tica", que compreende as quest√Ķes parciais e cotidianas que se apresentam no interior de uma estrutura j√° estabelecida.

Em sua sexta edição, o projeto "Tópicos Utópicos" está dedicado este ano ao tema "Do cárcere ao século XXI: 120 anos de Gramsci".

Dia 2 de dezembro, √†s 19h, no Audit√≥rio da Faculdade de Direito da UFC ¬Ė Rua Meton de Alencar, s/n, Centro ¬Ė Fortaleza.



Fonte: Especial para Gramsci e o Brasil.

  •